Aula-passeio: Fazenda Tozan


Senzala e escravos

(Barbara, Pedro Sg, Giovanna e Leo – 4º ano tarde – Turma do Tempo)

Vimos uma senzala e nela há uma porta bem baixinha de mais ou menos 1 metro. Na época, havia apenas essa porta. Os escravos entravam por ela e precisavam abaixar para passar, entrando com a cabeça baixa, com postura de humilhação.

Um homem ficava contando todos os escravos que entravam e saiam para ninguém fugir.

Descobrimos que Álvaro Xavier De Camargo Andrade reformou a senzala para os imigrantes que vieram depois da abolição da escravatura. Os imigrantes também viviam em péssimas condições. Eles ficavam em espaços bem apertadinhos.

Descobrimos que as telhas da senzala eram feitas de barro e modeladas nas pernas dos escravos. Por isso, as telhas são diferentes, cada uma com um tamanho e formato.

Na senzala não havia banheiro e os escravos usavam um buraco.

Categoria: Sem categoria

10 Respostas para Aula-passeio: Fazenda Tozan

  1. LUIGI diz:

    As telha eram feitas de barro… E se chove???

  2. diana 4T diz:

    Se chovesse , não tinha como se proteger!

  3. pedro tulha diz:

    No passeio na fazenda Tozan aprendi muitas coisas.
    Como será que os escravos tomavam banho?

  4. jorge 4 ano tarde diz:

    kkkk boa henrique minha parte favorita foi essa e a do mirante mas não consigo postar no mirante 🙁

  5. Gabriel Panatto 4t diz:

    Adorei o mirante! Fiquei impressionado com o tamanho da portinhola que os escravos utilizavam para passar.
    O que eu gostei também foi o tamanho das árvores, lembra aquela imensa quando estávamos lanchando? 🙂

  6. Gabriel Panatto 4t diz:

    O que eu não gostei foi que não pude entrar na senzala, pois hoje tenho a prova da fazenda!
    Humor : – ansioso 🙂

  7. Helena4t diz:

    De qualquer maneira, gostei de ir na Fazenda Tozan!!! 😀 😉 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *